quarta-feira, 2 de abril de 2014

AS GLÓRIAS DESSE MUNDO É COMO FUMAÇA.

  
Foto: AS GLÓRIAS DESSE MUNDO É COMO FUMAÇA.
Assisti um quadro no programa Hoje em dia, com o tema "Quando os idolos são esquecidos". O participante era o cantor Benito de Paula. Um dos grandes nomes da canção nacional dos anos 70. Seu estilo musical é conhecido como "samba jóia", ao combinar o samba tradicional com piano e arranjos românticos e jazzi. Seu primeiro disco "Benito Di Paula" de 1971, foi censurado por trazer a música "Apesar de Você" de Chico Buarque.
Seu segundo LP, "Ele" também não trouxe grande êxito. Mas estourou nas paradas de sucesso com o terceiro, "Um Novo Samba", onde já aparecia na capa com sua longa barba e cabelos, inúmeras correntes, brincos, pulseiras, etc. O grande sucesso desse disco foi a música "Retalhos de Cetim". Teve inúmeros sucessos ao longo de sua carreira como "Retalhos de Cetim", "Charlie Brown", "Vai Ficar Na Saudade", "Se Não For Amor", "Amigo do Sol, Amigo da Lua", "Mulher Brasileira". Chegou nos anos 70, a disputar a venda de LPs juntamente com Roberto Carlos, tendo composto muitas músicas para este.
Comandou o programa "Benito di Paula e seus convidados - Brasil Som 75" na TV Tupi. Tem mais de 35 discos gravados, tendo parte importante de sua obra relançada em CD, devido ao sucesso de suas músicas. Chegou a fazer sucesso em nível internacional como no México, Japão, Estados Unidos e principalmente na América Latina. Hojê Benito de Paula, aos 72 anos, esta doente, tera que deixar a sua casa por causa de desapropriação. Percebi nele uma grande depressão, mágoa, e saudades do tempo de sucesso. Na verdade, idolos sempre serão esquecidos, a minha oração, é que a Graça de Deus, o alcance, que em meio a essa turbulencia, a Luz de Cristo o ilumine, Deus é bom, é amor, e sua misericordia dura para sempre.
"Os dias da nossa vida chegam a setenta anos, e se alguns, pela sua robustez, chegam a oitenta anos, o orgulho deles é canseira e enfado, pois cedo se corta e vamos voando". (Salmos 90:10) 
Os meus dias são como a sombra que declina, e como a erva me vou secando. (Salmos 102:11) 
"Quanto ao homem, os seus dias são como a erva, como a flor do campo assim floresce. Passando por ela o vento, logo se vai, e o seu lugar não será mais conhecido". (Salmos 103:15-16) 
"Porque Toda a carne é como a erva, e toda a glória do homem como a flor da erva. Secou-se a erva, e caiu a sua flor". (I Pedro 1:24) 
'Digo-vos que não sabeis o que acontecerá amanhã. Porque, que é a vossa vida? É um vapor que aparece por um pouco, e depois se desvanece". (Tiago 4:14)
Que a Graça, e a Paz de Jesus te alcance Benito de Paula, Deus já te reconciliou em Cristo.

Assisti um quadro no programa Hoje em dia, com o tema "Quando os idolos são esquecidos". O participante era o cantor Benito de Paula. Um dos grandes nomes da canção nacional dos anos 70. Seu estilo musical é conhecido como "samba jóia", ao combinar o samba tradicional com piano e arranjos românticos e jazzi. Seu primeiro disco "Benito Di Paula" de 1971, foi censurado por trazer a música "Apesar de Você" de Chico Buarque.
Seu segundo LP, "Ele" também não trouxe grande êxito. Mas estourou nas paradas de sucesso com o terceiro, "Um Novo Samba", onde já aparecia na capa com sua longa barba e cabelos, inúmeras correntes, brincos, pulseiras, etc. O grande sucesso desse disco foi a música "Retalhos de Cetim". Teve inúmeros sucessos ao longo de sua carreira como "Retalhos de Cetim", "Charlie Brown", "Vai Ficar Na Saudade", "Se Não For Amor", "Amigo do Sol, Amigo da Lua", "Mulher Brasileira". Chegou nos anos 70, a disputar a venda de LPs juntamente com Roberto Carlos, tendo composto muitas músicas para este.
Comandou o programa "Benito di Paula e seus convidados - Brasil Som 75" na TV Tupi. Tem mais de 35 discos gravados, tendo parte importante de sua obra relançada em CD, devido ao sucesso de suas músicas. Chegou a fazer sucesso em nível internacional como no México, Japão, Estados Unidos e principalmente na América Latina. Hojê Benito de Paula, aos 72 anos, esta doente, tera que deixar a sua casa por causa de desapropriação. Percebi nele uma grande depressão, mágoa, e saudades do tempo de sucesso. Na verdade, idolos sempre serão esquecidos, a minha oração, é que a Graça de Deus, o alcance, que em meio a essa turbulencia, a Luz de Cristo o ilumine, Deus é bom, é amor, e sua misericordia dura para sempre.

"Os dias da nossa vida chegam a setenta anos, e se alguns, pela sua robustez, chegam a oitenta anos, o orgulho deles é canseira e enfado, pois cedo se corta e vamos voando". (Salmos 90:10) 
Os meus dias são como a sombra que declina, e como a erva me vou secando. (Salmos 102:11) 
"Quanto ao homem, os seus dias são como a erva, como a flor do campo assim floresce. Passando por ela o vento, logo se vai, e o seu lugar não será mais conhecido". (Salmos 103:15-16) 
"Porque Toda a carne é como a erva, e toda a glória do homem como a flor da erva. Secou-se a erva, e caiu a sua flor". (I Pedro 1:24) 
'Digo-vos que não sabeis o que acontecerá amanhã. Porque, que é a vossa vida? É um vapor que aparece por um pouco, e depois se desvanece". (Tiago 4:14)
Que a Graça, e a Paz de Jesus te alcance Benito de Paula, Deus já te reconciliou em Cristo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário