quarta-feira, 20 de março de 2013

PODER DE DEUS, FRAGILIDADE HUMANA.


Hoje é um daqueles dias, ou seja daquelas noites, em que sou forçado, a me desarmar, me sinto como o profeta Elias, enfrenta os profetas de Baal, faz fogo descer do céu...Mas não tem como negar poder de Deus, e fragilidade humana. Não tem como fugir, ou fingir, não tem como, subir em um altar, e ficar de pé. Altar é lugar de sacrifício, de entrega. No altar, só prevalece aquilo que esta disposto a morrer. O apostolo Paulo fala de tesouros, em vazo de barro, fala de pregar o evangelho em fraqueza, fala de uma graça, que sustenta, e abençoa quando tudo parece contrário. Talvez,a maior dor de um profeta, é querer provar, que existe um engano, que existe um perigo, eminente, que as pessoas precisam abrir os olhos, para a verdade eterna. Porém a maioria não da crédito, não querem valores eternos, preferem aquilo que é passageiro. Pregar hoje o evangelho, puro e cristalino, já não serve, falar de vida eterna, pregar arrependimento, pregar a mensagem da cruz, já não satisfaz a multidão. Já estamos vivendo, as palavras do apostolo Paulo, a Timóteo : Pois haverá tempo em que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, cercar-se-ão de mestres segundo as suas próprias COBIÇAS, como que sentindo coceira nos ouvidos," (2Tm 4:3). Ser pastor é viver no altar, ou seja, ser sacrifício vivo é passar pelo átrio, ser treinado no deserto, experimentar a solidão, mesmo em meio às multidões, ser humilhado, criticado, mal interpretado, muitas vezes ser deixado de lado por um período de tempo. Pastor é profeta, será amado quando, através de seu dom trazer milagres para o povo, será odiado quando confrontar o pecado, o comodismo, pedirão a sua cabeça em uma bandeja. O que me sustenta, é maior que as circunstancias externas, sei que sou um vazo de barro, tenho o intendimento que habito em um corpo de morte. Mas aquele que me chamou, ele desce, e vem trazer pão assado em brasas, e uma botija de agua. Ele não me chama de servo, ele me chama de amigo. Ele me diz, você, me procurou, mas eu estou a sua procura. Juntos fazemos uma boa dupla, ele me diz;, Conheço, seus questionamentos, sei dos seus temores, das sua lutas e frustrações, não temas, Eu sou contigo. Pastor chamado por Deus, não  é um pobre coitado, seu maior salário, é ver as almas se convertendo, vidas sendo libertas, seu plano de saúde é Jeová rafá que cura todas as enfermidades, pode ser abandonado por pessoas, mas é amparado pelo Espírito Santo, e servido por anjos. Pastor que vive no altar é amigo de Deus, pode não fazer viagens para o exterior, porem quando ora, viaja com o pai nas regiões celestial, é procurado pelo próprio Deus, os dois tem intimidade, o Pai busca o pastor profeta, conta seus segredos para ele, que privilégio!! Os dois com partilham, Jesus disse: já não vos chamo de servo, porque o servo não sabe o que faz o seu Senhor, tenho-vos  chamado de amigo. Que maravilha, Pastor amigo de Deus, come pão dos anjos, maná celestial, ele vive com os pés na terra, esta na igreja, é um homem,  chora, sofre, erra, tem seus conflitos, mas a verdade é que sua vida já não mais lhe pertence. É tido como arrogante para quem não entende, ou não experimentou o que ele experimenta, vão julgá-lo, isso por que é impossível ser normal quando se alimenta do sobre natural. Pastor é um vazo de barro, mas trás dentro de si a excelência do poder, é portador do tesouro celestial, tem autoridade do céu, é conhecido no inferno, grande parte dos seus sofrimentos, é justamente, por não ter aparência nem formosura, não tem holofotes sobre ele, mas quando ele abre à boca, quando profetiza, a força da sua mensagem agride o inferno, o poder de sua profecia faz o céu descer na terra, isso incomoda, abala a estrutura dos religiosos, porem solta a amarra dos cativos, e põem em liberdade os oprimidos. Pastor que vive no altar, ele é oferta viva de sacrifício, onde tem sacrifício Deus desce, é por isso que pastor chamado por Deus, vê o que ninguém vê, fala o que ninguém quer falar, e ouve o que ninguém ouve, esse pastor acredita em milagres, não se conforma em falar de um Deus tão grande e vê o povo derrotado escravo do engano e do diabo. Quero encorajar você meu amigo pastor, companheiro de julgo, continue firme, não desanime, esforça-te tenha bom animo, aquele que te chamou, é fiel para guardar o seu bom tesouro, e te dar o sustento. Se você é um pastor de uma igreja pequena, como eu, não fique triste, procure ampliar a sua visão, mas saiba que o Senhor da igreja, não avalia o seu ministério como o homem da terra, seja grande no caráter, procure estreitar a sua intimidade com Deus, tenha a motivação correta, breve estaremos diante do nosso Pai, vamos desfrutar a eternidade com ele, então você Pastor, descobrirá que o seu trabalho no senhor não foi em vão. Que Deus  abençoe poderosamente, sua família, sua vida e seu ministério.