sábado, 15 de junho de 2013

ENCONTROS, E DESENCONTROS, NA VIDA



Na caminhada da vida eu percebo que vamos nos separando. Vem a saudade de todos os momentos, que juntos passamos, das conquistas que tivemos, risos lagrimas , em fim momentos inesqueciveis..
Lembranças, dos finais de semana, fim de ano,Saudades , parecia que aquilo nunca iria passar, que esse circulo de amizade e companherismo sempre existiría.
Hoje vejo que isso não é verdade. Cada um vai para o seu lado, cada um segue a sua direção, busca o seu destino, ou o que melhor lhe convem. Uns se vão por desentendimentos, outros, se vão, porque as suas expectativas, não foram supridas. A verdade é que o ciclo da vida continua. Talvez nos encontraremos rsrs, época de eleição, casamento de algum conhecido em comum, até mesmo em um velório.
Pode ser que tentaremos, nos telefonar, trocar algumas ideias, mas uma coisa e certa vamos nos perder no tempo. Muito de nossas vidas, fica nas fotografias, em uma filmagem. Chegará um dia que vamos, olhar aquele albo de fotografias, nossos filhos vão perguntar...Quem são essa pessoas? Diremos, foram nossos amigos, com eles vivemos momentos inesqueciveis...
Restou apenas saudades, as musicas, uma canção, tudo isso vai trazer esse aperto no peito, e essas lembranças, que nos transporta pelo tunel do tempo.
Tentaremos, nos reunir novamente, vamos em busca daquilo que antes existia...Então vamos descobrir, que cada um tem sua vida , sua jornada, sua caminhada, nos perderemos, novamente. Só restara as lembranças e a saudade. A biblia diz que aguardamos novos céus, e nova terra onde habita, justiça. Somos o povo do caminho, Jesus é o caminho a verdade e a vida. Que possamos, nos manter, nessa conciencia, habitamos em um corpo de morte, essa vida que vivemos, é transitoria, os amigos, os irmãos , passam por nós, como parte desse grande projeto divino. Se permanecermos em Cristo, então faço minhas essa letra de Miltom nascimento : 
Canção Da América 
Amigo é coisa para se guardar 
Debaixo de sete chaves 
Dentro do coração 
Assim falava a canção que na América ouvi 
Mas quem cantava chorou 
Ao ver o seu amigo partir 
Mas quem ficou, no pensamento voou 
Com seu canto que o outro lembrou 
E quem voou, no pensamento ficou 
Com a lembrança que o outro cantou 
Amigo é coisa para se guardar 
No lado esquerdo do peito 
Mesmo que o tempo e a distância digam "não" 
Mesmo esquecendo a canção 
O que importa é ouvir 
A voz que vem do coração 
Pois seja o que vier, venha o que vier 
Qualquer dia, amigo, eu volto 
A te encontrar 
Qualquer dia, amigo, a gente vai se encontrar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário