segunda-feira, 24 de junho de 2013

O ENDEREÇO DE DEUS.


Em minha imaginação cheguei a Adão e disse: "Senhor Adão, tenho certeza de que é o nosso primeiro pai. Sei que o senhor tem o endereço. Por favor, dê-me o endereço de nosso Pai celestial." Então ele me diria com bastante alegria: "Bem, ele mora no jardim do Éden. Se você for lá encontrará a localidade do Pai." "Quando o senhor caiu da graça", perguntei, "foi tirado do jardim do Éden. Qual é o endereço desse jardim?" "Bem, acho que não sei", respondeu Adão. Então, através da imaginação, decidi ir visitar Abraão. Estava desanimado, mas cheguei a Abraão e disse: "Senhor Abraão, o senhor é o pai da fé, e muitas vezes encontrou-se com Deus. Por favor, diz-me onde é o endereço do Pai." Abraão respondeu: "Bem, sempre que precisei de Deus erigia um altar, sacrificava um animal e esperava por ele. Às vezes ele vinha a mim e às vezes não. Não conheço, pois, seu endereço." Então deixei Abraão e fui a Moisés, dizendo: "Senhor Moisés, certamente que o senhor conhece o endereço do Pai. O senhor teve a presença dele continuamente." "É claro que o conheço", respondeu Moisés, "ele estava no tabernáculo construído no deserto. De dia ele se encontrava na coluna de nuvem e de noite ele estava na coluna de fogo. Vá lá e encontrará Deus. É lá que ele mora." "Mas", disse eu, "quando os israelitas entraram em Canaã, o tabernáculo do deserto desapareceu. Onde está esse tabernáculo, hoje?" "Não sei", respondeu Moisés. Novamente desanimado, cheguei-me ao rei Salomão. Disse: "Rei Salomão, o senhor construiu um templo magnífico com pedras e granito coloridos. Tem o endereço de Deus agora?" "É claro. Deus habita no maravilhoso templo de Salomão" disse-me ele. "Quando uma maldição ou uma doença se espalhava por meu país, o povo orava ao Deus que estava no templo, e Deus os ouvia e respondia às suas orações." "Onde está o templo?" perguntei. Bem, sinto muito", retorquiu Salomão. "Esse templo foi destruído 600 anos antes de Cristo pelos babilônios. Não temos o endereço desse templo hoje." Então fui a João Batista e disse: "Senhor João Batista, certamente o senhor sabe o endereço de Deus, "Sim", respondeu João. "Vá ao Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo, Jesus Cristo. Ele é o endereço de Deus." De modo que em minha viagem à procura do endereço de Deus cheguei a Jesus. Certamente que em Jesus encontraria Deus. Mediante Jesus Deus falou, e através de seu único Filho, realizou milagres. Onde quer que Jesus habitasse, ali Deus também habitava. Meu coração se regozijou ao encontrar o endereço de Deus. Entretanto, ainda tinha uma grande pergunta. Jesus morreu, ressurgiu e subiu aos céus. Mas onde é o endereço de Jesus Cristo? Uma vez mais, voltei ao ponto de partida. Perguntei; "Jesus, onde está o senhor? Não tenho seu endereço e não posso dizer a meu povo onde o senhor habita." Então me veio a resposta. Jesus disse: "Morri e ressuscitei. Enviei o Espírito Santo a cada um de meus seguidores. Disse-lhes que jamais os deixaria órfãos. Disse-lhes que oraria ao Pai e que ele lhes mandaria o Espírito Santo e que nesse dia vocês saberiam que eu estou no Pai e o Pai em mim e que eu estou em vocês e vocês estão em mim.' Gradativamente comecei a ver que através do Espírito Santo, Deus Pai e Deus Filho habitavam dentro de mim. Li em 2 Coríntios que Deus nos selou e enviou o seu Espírito Santo para dentro de nosso coração. Encontrei o endereço de Deus. Descobri que seu endereço é o meu endereço. Então saí aos meus cristãos e comecei a pregar com audácia: — Podemos encontrar a localidade de Deus. Agora descobri seu endereço. Seu endereço é meu endereço, ele habita em mim com todo o poder e autoridade. Através do Espírito Santo Deus Pai e Deus Filho habitam em mim, e vão comigo aonde quer que eu vá.

sábado, 15 de junho de 2013

ENCONTROS, E DESENCONTROS, NA VIDA



Na caminhada da vida eu percebo que vamos nos separando. Vem a saudade de todos os momentos, que juntos passamos, das conquistas que tivemos, risos lagrimas , em fim momentos inesqueciveis..
Lembranças, dos finais de semana, fim de ano,Saudades , parecia que aquilo nunca iria passar, que esse circulo de amizade e companherismo sempre existiría.
Hoje vejo que isso não é verdade. Cada um vai para o seu lado, cada um segue a sua direção, busca o seu destino, ou o que melhor lhe convem. Uns se vão por desentendimentos, outros, se vão, porque as suas expectativas, não foram supridas. A verdade é que o ciclo da vida continua. Talvez nos encontraremos rsrs, época de eleição, casamento de algum conhecido em comum, até mesmo em um velório.
Pode ser que tentaremos, nos telefonar, trocar algumas ideias, mas uma coisa e certa vamos nos perder no tempo. Muito de nossas vidas, fica nas fotografias, em uma filmagem. Chegará um dia que vamos, olhar aquele albo de fotografias, nossos filhos vão perguntar...Quem são essa pessoas? Diremos, foram nossos amigos, com eles vivemos momentos inesqueciveis...
Restou apenas saudades, as musicas, uma canção, tudo isso vai trazer esse aperto no peito, e essas lembranças, que nos transporta pelo tunel do tempo.
Tentaremos, nos reunir novamente, vamos em busca daquilo que antes existia...Então vamos descobrir, que cada um tem sua vida , sua jornada, sua caminhada, nos perderemos, novamente. Só restara as lembranças e a saudade. A biblia diz que aguardamos novos céus, e nova terra onde habita, justiça. Somos o povo do caminho, Jesus é o caminho a verdade e a vida. Que possamos, nos manter, nessa conciencia, habitamos em um corpo de morte, essa vida que vivemos, é transitoria, os amigos, os irmãos , passam por nós, como parte desse grande projeto divino. Se permanecermos em Cristo, então faço minhas essa letra de Miltom nascimento : 
Canção Da América 
Amigo é coisa para se guardar 
Debaixo de sete chaves 
Dentro do coração 
Assim falava a canção que na América ouvi 
Mas quem cantava chorou 
Ao ver o seu amigo partir 
Mas quem ficou, no pensamento voou 
Com seu canto que o outro lembrou 
E quem voou, no pensamento ficou 
Com a lembrança que o outro cantou 
Amigo é coisa para se guardar 
No lado esquerdo do peito 
Mesmo que o tempo e a distância digam "não" 
Mesmo esquecendo a canção 
O que importa é ouvir 
A voz que vem do coração 
Pois seja o que vier, venha o que vier 
Qualquer dia, amigo, eu volto 
A te encontrar 
Qualquer dia, amigo, a gente vai se encontrar.


sexta-feira, 7 de junho de 2013