terça-feira, 18 de janeiro de 2011

COMBATENDO O BOM COMBATE


Possuímos espírito, alma e corpo. Quando nos deixamos ser dominados por sentimentos da alma como: Lutas, derrotas, decepções e fracassos somos paralisados, porque a nossa alma é carregada de informações do passado e muitas vezes reagimos negativamente, refletindo a emoção anterior no comportamento de hoje, obscurecendo o fato de que em Cristo somos recriados. O cristão necessita andar pelo Espírito, o nosso espírito precisa de alimento, quando recebemos Jesus como Senhor e Salvador somos como um bebê. O espírito do ser humano é como um recém nascido que precisa ser alimentado da Palavra para crescer, fortalecer, avançar, conquistar e dominar a alma que é a sede das emoções. As frustrações são capaz de paralisar a caminhada e o crescimento espiritual. A fonte para o crescimento espiritual é a Palavra de Deus, a oração, consagração, separação e busca. Nunca devemos buscar  sentir algo que muitas vezes estão no campo das emoções. Devemos fundamentar nosso relacionamento com o Senhor Jesus, na revelação da palavra. Siga em frente, faça o que ninguém fez, suba onde ninguém nunca subiu, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz, morra para o pecado, o que antecede a ressurreição é a morte, se com ele morremos, com ele também ressuscitaremos. Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. (II Timóteo 4: 7).

Leonard Ravenhill - Biografia



Homens como este, a Igreja tem um débito muito grande a ser pago. O curioso é que ela raramente tenta pagá-lo enquanto está vivo. Ao invés disso, a próxima geração ergue seu sepulcro e escreve sua biografia — como se fosse instintivamente e envergonhadamente quitar uma obrigação que a geração anterior ignorou completamente.
Quando faleceu em Novembro de 1994, Ravenhill foi enterrado no mesmo cemitério que Keith Green. Em sua lápide está escrito:
Topo: "Carregado por Anjos"
Base: "AS COISAS PELAS QUAIS VOCÊ TEM VIVIDO VALEM A MORTE DE CRISTO?"