segunda-feira, 18 de abril de 2011

O CHAMADO MINISTERIAL.

Para se fazer a obra de Deus, primeiramente é preciso ter o chamado, é Deus quem escolhe e capacita a quem ele chama, Deus não escolhe capacitados, mas ele capacita os chamados. Uma coisa é certa, a pessoa chamada ela tem de ser realmente uma nova criatura em Cristo Jesus. Essa é a condição  básica para o ingresso na obra de Deus. Sua capacidade intelectual pode ajudá-la na qualidade de seu serviço mas não é suficiente. Os problemas que ela vai enfrentar para ser útil à causa do seu Senhor exigem que ela tenha de fato estreita comunhão com Ele. É certo que ela tem que ter o caráter de Deus, ela tem que nascer de novo. Isto porque a obra de Deus está sempre confrontando com a obra do diabo. E aquele que pretende servir ao Senhor Jesus tem que estar consciente do seu preparo espiritual, ou seja, revestido do Espírito de Deus para a guerra espiritual que ele vai travar a cada momento contra as forças do mal. E essa guerra não fica apenas no campo espiritual; é certo que ela se alastra ao campo físico e mexe com toda a vida do obreiro.
Não basta que candidato à obra de Deus tenha boa vontade e disposição para fazer qualquer cousa na igreja. É preciso muito mais do que isso. Na verdade muitos que se aventuraram a servir a Deus movidos por uma emoção ou entusiasmo acabaram por perder até a mínima fé que tinham no coração. Inicialmente eles até suportaram pequenas adversidades, porém, quando vieram as grandes tempestades e os ventos impetuosos não agüentaram, pois a fé que possuíam não tinha ainda raízes.
O tempo. Somente o tempo de prática da Palavra de Deus pode estabelecer a nossa fé. E quanto mais problemas enfrentarmos, maiores serão as experiências no desenvolvimento da fé. Que Deus abençõe poderosamente seu amigo Pr Laerte Brito 

Nenhum comentário:

Postar um comentário