quinta-feira, 28 de outubro de 2010

AMOR SACRIFICIAL, CRISTO E A IGREJA

Maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela, para que a santificasse, tendo-a purificado por meio da lavagem de água pela palavra, para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, porém santa e sem defeito....Grande é este mistério, mas eu me refiro a Cristo e à igreja. (Efésios 5:25-27,32)
Assim também os maridos devem amar as suas mulheres como a seus próprios corpos. Quem ama a sua esposa, a si mesmo se ama. Porque ninguém jamais odiou a sua própria carne, antes a alimenta e dela cuida, como também Cristo faz com a igreja; porque somos membros do seu corpo. Eis por que deixará o homem a seu pai e sua mãe, e se unirá à sua mulher, e se tornarão os dois uma só carne. Grande é este mistério, mas eu me refiro a Cristo e à igreja." (Ef 5.28-32)

Essa passagem é sobre o casamento. Nos últimos dois versículos, Paulo diz que marido e esposa se tornarão uma só car­ne. Então, ele segue dizendo: "Grande é este mistério, mas eu me refiro a Cristo e à igreja". Deus nos deu o casamento para nos ajudar a entender o relacionamento entre nós e Cristo. O casamen­to serve de exemplo para permanecermos nele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário